Você escreve querendo se livrar logo do texto?

janeiro 26th, 2018 por Carla Queiroz Pereira

“Carla, a gente escreve tanta porcaria que a gente não quer reler; a gente quer se livrar”.

Não é incomum os alunos fazerem certas confissões a respeito da relação deles com o próprio texto produzido. O trecho transcrito acima, por exemplo, foi dito por uma aluna quando eu a ensinava sobre a importância de se reler constantemente o texto à medida que este é produzido. Ora, querido leitor, não é possível realizarmos bem qualquer atividade sem REAL ENVOLVIMENTO com ela.

No caso da escrita, É o ENVOLVIMENTO com o texto produzido que lhe fará receber bem as orientações do professor, compreender cada erro como um desafio a ser superado (e não como uma montanha intransponível); é o ENVOLVIMENTO que lhe impulsionará a reler constantemente o que escreveu e alimentará a sua vontade de pensar sobre o tema dissertado; só com ENVOLVIMENTO se poderá buscar a perfeição! Após tantos anos trabalhando com os textos e seus autores, posso afirmar com certa tranquilidade: o ENVOLVIMENTO trará sabor à sua escrita, tirará todo e qualquer distanciamento entre você (autor) e seu texto; seu texto será quase uma extensão de você mesmo, sério.

Bem, se você é mais um desses que quer escrever para se livrar, está na hora de rever isso, afinal, sempre temos um objetivo a ser alcançado com a nossa dissertação.

ENVOLVA-SE!