TRE-SP: 10 tópicos importantes para quem vai escrever uma dissertação!!!

fevereiro 6th, 2017 por Carla Queiroz Pereira
  1. Leitura do enunciado e interpretação do que a banca quer: lembrar dos estilos mais comuns de enunciados e que cada um deles demandará algo do leitor. Em todos os casos, candidato, o SENTIDO do que você está lendo deve ser o seu guia;
  2. Sobre o texto motivador: em enunciados nos quais a banca expõe um texto motivador e o tema destacado em negrito, lembrar que tal texto não está ali para que você retire dele trechos inteiros que possam ser copiados; a banca não vai facilitar a sua vida. O texto motivador é importante sim, conforme vemos em nossas aulas, mas não para isso;
  3. Antes de começar a escrever: levantar perguntas em torno do tema, pois isso ajuda na seleção de informações; relacionar o tema com seus conhecimentos gerais; inserir o tema na realidade do mundo a fim de extrair dessa realidade algo para seu texto. Lembre-se que você pode fazer uso de conhecimentos de Direito, História, Economia, Filosofia etc.
  4. Ao selecionar o que irá escrever: cuidado com a tentação de querer “enfiar” (é isso mesmo), a qualquer preço, conteúdos que, embora bem trabalhados em outras redações (e que você até decorou), não se aplicam ao tema da sua prova. Além disso, não se esqueça de preencher os “vazios” sobre os quais tanto falamos em nossos encontros;
  5. Ainda selecionando conteúdos: diversifique o que irá escrever em cada um dos parágrafos do desenvolvimento; o que foi escrito em um deles não volta a ser escrito no outro. O primeiro do desenvolvimento pode ser mais conceitual, geral, mas o segundo precisa ser mais reflexivo, analítico, crítico, com marcas de opinião; aliás, cuidado com textos descritivos do início ao fim ou com vaguezas e generalizações;
  6. Leitura constante: leia seu texto todo tempo. Escreveu a introdução? Releia toda ela antes de prosseguir. Mudou qualquer coisa em um período? Releia-o por inteiro e revise-o. Vai escrever um novo parágrafo ou período? Releia os anteriores para pensar em como vai construir os seguintes;
  7. Bateu estresse durante a elaboração do texto: nosso cérebro não é uma máquina, graças a Deus; abaixe sua cabeça por 1 minuto e inspire profundamente; saia para beber uma água, coma um carboidrato etc.;
  8. Para quem ainda acredita em modelos prontos, “milagrosos”: ainda há tempo de abandoná-los, afinal modelos engessam sua criatividade e bloqueiam o seu pensar;
  9. Finalizando: ao passar o texto a limpo, atenção ao que está copiando e às eventuais mudanças que fará; lembre-se de que a leitura é constante;
  10. Depois de já ter passado o texto para a versão final: você ainda tem de reler o texto! Viu algum erro e precisa rasurar? Não hesite, rasure! Faça o que for preciso para não entregar seu texto com erros que necessariamente o farão perder preciosos pontos. Um bom examinador vê com bons olhos o zelo do candidato.

DE TODO CORAÇÃO, QUERIDOS, DESEJO UMA EXCELENTE PROVA!!!