Ele sofria de incontinência verbal…

setembro 18th, 2015 por Carla Queiroz Pereira

Não posso me conter! E escrever é um jeito de eu atender a um clamor interno…

Sentir-me sempre VIVA é o que me energiza! E, graças a Deus, sempre busco viver de fato! Obviamente, às vezes falta aquilo que nos dá energia… Mas estou aqui para dizer que nada me energiza tanto como o fato de CONHECER PESSOAS E ME DEIXAR SER CONHECIDA. Voando de Porto Alegre para São Paulo, conheci o Willian, um daqueles jovens raros nos dias atuais; sim, raros, pois ele também gosta de pessoas. Com apenas 18 anos de idade, o estudante do curso de Hotelaria da Universidade Federal de Pelotas-RS falou de sua cidade, seu estado, seus sonhos, seu curso, seus colegas, sua necessidade de interagir e de sair do pequeno mundo do whatsapp e facebook, suas reflexões sobre o comportamento das pessoas; conversamos sobre lugares, gastronomia, futuro, vida profissional, Deus, psiquê humana…

O que mais me impressionou foi sentir que Willian realmente estava ali… envolvido; ele queria saber, conhecer… conhecer… Estávamos felizes por, de forma singela, poder falar e ouvir, penetrar no mundo desconhecido um do outro… Que bacana! E ele revelou sua necessidade de conhecer pessoas e conversar com elas: “Carla, eu, antes de pegar este voo, fiquei pensando que poderia me sentar ao lado de alguém que gostasse de conversar… meus colegas de faculdade dizem que sofro de incontinência verbal”.

Maravilhosa incontinência verbal, Willian! Não tem coisa pior, na minha experiência, estar em um país em que a língua me é desconhecida (viajar para a Argentina recentemente foi bom, mas não aguentava mais o silêncio… Eu queria as pessoas, mas não falo espanhol…).

O mundo tem carência de gente que sofre de incontinência verbal! Possamos nunca ser curados dessa incontinência kkkk.

Grande abraço, jovem Willian! Conhecê-lo me rejuvenesceu… me fez desejar ardentemente continuar vivendo com espírito vivo! Deus abençoe sua vida!!!

Que na volta de Curitiba para São Paulo, próxima viagem já agendada, outros que sofrem de incontinência verbal eu possa conhecer!!!