Concurso da Abin: sobre a prova dissertativa

outubro 6th, 2008 por Carla Queiroz Pereira

Já está chegando o dia da prova da Abin – Agência Brasileira de Inteligência – para os mais de 88.000 inscritos. No próximo domingo, dia 12/10, os candidatos precisarão testar suas habilidades, entre elas, a de produzir uma dissertação. Por isso, vale aqui uma “dica”.

Para que a escrita da prova dissertativa seja possível, um dos requisitos básicos é TER SOBRE O QUE ESCREVER. Em outras palavras, não é possível escrever sobre algo de que nada ouvimos, vimos ou lemos. Como escreveremos sobre terrorismo, por exemplo, se não nos informamos sobre o assunto? (Vale lembrar que saber somente sobre os atentados de 11 de setembro, nos EUA, ainda é muito pouco para podermos escrever sobre o tema). Você pode indagar: “Tudo bem Carla, mas numa prova dissertativa, os temas propostos são os mais variados possíveis, e não tenho como saber tudo de tudo”. Concordo, claro. Mas, ainda assim, arrisco dizer que o CESPE NÃO SOLICITARÁ A ESCRITA DE QUALQUER TEMA, aleatoriamente, se considerarmos as tendências dessa banca.

No último concurso da Abin, realizado em 2004 também pelo CESPE, o tema de redação foi “A informação como fator estratégico de segurança“. Vemos, portanto, que a proposta tem relação direta com duas, das quatro competências da Abin, a saber: 1) “planejar e executar ações, inclusive sigilosas, relativas à obtenção e análise de dados para a produção de conhecimentos destinados a assessorar o Presidente da República”; 2) “avaliar as ameaças, internas e externas, à ordem constitucional” (Lei 9.883/1999, art 4º, I, III).

Sendo assim, sugiro que após conhecer mais sobre a Abin através de sua legislação específica, você tente elencar alguns temas possíveis de serem cobrados, ler sobre eles e escrever… escrever… escrever… Para enriquecer ainda mais o seu conteúdo, sugiro também a leitura de algumas edições da Revista Brasileira de Inteligência, disponíveis no site http://www.abin.gov.br/

BOA PROVA A TODOS!!!