Coesão textual: isso cai demais em concurso!

abril 21st, 2008 por Carla Queiroz Pereira

linhas coesão

O que seria das calças e blusas que usamos se não fossem os fios que costuram suas partes? Se cortados, o que sobra são simples pedaços de pano. Da mesma forma, elementos como portanto, então, já que, com efeito, porque, ora, mas, assim, daí, dessa formamas etc., além de ligar as partes de um texto, são de suma importância na construção do sentido e estabelecem uma certa relação semântica.

Por exemplo, na frase “Ele é bonito, mas é chato”, o mas contrapõe argumentos orientados para conclusões contrárias.

O mas, nessa frase, não pode ser substituído por outro elemento qualquer (ele é bonito, portanto é chato). Neste caso, mudamos completamente a relação de sentido… ser chato passa a ser uma conclusão de ser bonito. O uso inadequado dos elementos orienta o sentido do texto para uma outra direção ou cria paradoxos semânticos.