O texto não é um amontoado de palavras

março 20th, 2008 por Carla Queiroz Pereira

Puxa, depois que eu aprendi que certas palavras [aquelas que dão coesão ao texto] direcionam o sentido, meu texto virou outro. E agora também entendo quando devo usar uma palavra e não outra e que não adianta ficar decorando significado” (GO, pré-universitário).