“Dislexia: um bem necessário”

fevereiro 12th, 2008 por Carla Queiroz Pereira

Um bem necessário sim, como diria a minha querida teacher “Maza”, orientadora do mestrado. Certa vez, uma conhecida revista de circulação nacional publicou uma matéria sobre o tema “dislexia”, definida como um “distúrbio ou transtorno de aprendizagem na área da leitura, escrita e soletração” conforme Associação Brasileira de Dislexia. Segundo a fonoaudióloga (também psicopedagoga) consultada pela revista, uma pessoa disléxica pode escrever frases do tipo “O cachoco fugio. A poua voi porcurar, mas não encontorl”, ao invés de “O cachorro fugiu. A dona foi procurar, mas não encontrou”.

revista-maringa.jpg

 

Mas o que se pode dizer sobre tal escrita? Como refletir sobre ela? Tais erros já foram analisados, no âmbito da Lingüística, como típicos do processo de aquisição da escrita e, portanto, não são interpretados como um distúrbio, problema ou doença. Por essa razão, a chamada dislexia é um “bem necessário”.

Leia mais: revista-maringa-ensina-secretaria-municipal-de-educacao-de-maringa.htm